jusbrasil.com.br
12 de Agosto de 2022

O pai não paga pensão e não sei onde ele mora!

Posso entrar na justiça mesmo assim?

Igor Negrão Bacarji, Advogado
Publicado por Igor Negrão Bacarji
há 2 anos

Essa dúvida também é muito recorrente entre minhas clientes. O genitor simplesmente some e a mãe pensa que por não saber seu paradeiro, não pode fazer nada. O que é um equívoco!

É totalmente possível ingressar com ação judicial requerendo alimentos ao filho menor, mesmo sem ter o endereço do genitor. Isso porque o judiciário dispões de instrumentos para tentar encontrá-lo.

O advogado pode requerer ao juiz que oficie alguns órgãos públicos ou privados para que forneça informações constantes em seus cadastros, como por exemplo:

1. INSS para que apresente vínculo de trabalho (funciona se trabalhar com carteira assinada);

2. Banco Central solicitando pesquisa nos cadastros junto aos bancos.

3. Justiça Eleitoral;

4. Detran;

5. Concessionária de energia elétrica e distribuição de água.

Dentre outros.

Portanto, as chances de encontrar o endereço do genitor não são tão pequenas. O que não se deve fazer de jeito nenhum, é desistir de um direito da criança de receber pensão alimentícia.


Siga para ter mais conteúdos como esse.

Facebook: https://www.facebook.com/chavesenegrao

Instagram: https://www.instagram.com/adv.igornegrao/

Informações relacionadas

Andreia Monteiro, Advogado
Artigoshá 2 anos

Doutora, não sei o endereço do pai de meu filho, e agora?

Eduardo Pedro Gonçalves, Advogado
Artigoshá 3 anos

Pensão alimentícia de Pai desaparecido

Rodrigo Costa Advogados, Advogado
Artigoshá 3 anos

Como lidar com o pai que não paga a pensão alimentícia?

Carla Setúbal, Advogado
Notíciashá 3 anos

Justiça manda padrasto pagar pensão a enteada

Michele Roque, Advogado
Artigoshá 3 anos

Ação de alimentos, pai ou mãe se esconde, mudando de endereço, inclusive fornecendo endereço errado, para se esquivar da citação. O que fazer?

11 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Me encontro nesta situação, tenho um processo de alimentos contra o pai do filho na defensoria pública, que se encontra parado já pedi para que fizessem uma petição ao juiz autorizando esses recursos que ao meu ver é muito mais fácil quando uma autoridade faz tal pedido porém eles falam que sou eu quem tenho que fornecer essas informações e assim vai permanecendo parado !!! continuar lendo

Bom dia,
Dra. Cristiane!

É realmente lamentável.

O interessante nisto tudo, é que vemos que, quando alguém deve ao estado, município ou ao governo federal, que seja, eles conseguem encontrar a pessoa para poder cobrar a mesma; também já presenciei vários casos desta natureza, não importa onde o devedor ou devedora more, eles os encontram sempre...

Agora, quando não diz respeito ao estado, eles se calam, são omissos e só não nos manda nos virá, literalmente, porque talvez lhes custasse um processo...

Daí, só nos resta tentar descobrir algo a respeito deste crápula irresponsável em alguns órgãos públicos, Detran, INSS, dentre outros...

Tenha um bom dia amada e fica com “DEUS”...

Rogério Silva continuar lendo

Problema é quando a genitora do menor (s) não sabe o endereço e sequer o CPF, posto que todos os meios de busca sugeridos usam, via de regra, o número do CPF. Uma ferramenta PARTICULAR (para não depender do tramite do Juízo) é o CCfácil do Serasa, vc faz cadastro, compra crédito e faz a pesquisa, a resposta vem no máximo em 2 dias úteis (por email) e as vezes sai na mesma hora (*não pode ser juntada no processo, mas tem potencial pode informativo). Parabéns ao autor do artigo, Dr. Igor. continuar lendo

Perfeita colocação, Dr.
Existe também o "SeguroCred" para fazer essas pesquisas por um preço módico.
Obrigado pelo comentário! continuar lendo

Excelentes esclarecimentos,
Dr. Igor!

Muitos não sabem disto.
Conheço um caso desta natureza, o pai da pessoa em questão, fugiu para não dar pensão a filha... Graças a “DEUS” que ela hoje trabalha e não precisa dele para nada e o mais interessante é que depois de tudo, ela ainda ama o pai. Para mim, na verdade ele não merece ser chamado de pai e nem seu amor... Respeito sim, mas não por ser pai, coisa que ele nunca foi, mas por ser um ser humano!

Um abraço e fica com “DEUS”...

Rogério Silva continuar lendo

É sempre complicado, sobretudo por essas situações envolverem muitos sentimentos.
Obrigado pelo comentário! continuar lendo

Também consta registro de atendimento em hospitais, planos de saúde e postos de saúde, sempre solicitam atualização de endereço continuar lendo